O que acontece na Educação a distância

De acordo com o MEC, quase 25% dos alunos que fazem graduação no Brasil estudam a distância e isso se deve, em grande parte, à legislação recente que deu maior flexibilidade para que as instituições de ensino abrissem polos de apoio. Além disso, é inegável que os cursos a distância são significativamente mais baratos, o que favorece os alunos sobretudo em momentos de crise econômica. Embora não se tenha ainda o dado oficial sobre o crescimento da EAD de 2018 em relação a 2017, sabemos que de 2017 para 2016 o número de ingressos nos cursos subiu 27%. Estima-se que estes índices de crescimento continuarão altos no futuro.