É sempre possível encontrar inúmeras definições sobre educação a distância (EAD), mas, simplificadamente, podemos dizer que a educação a distância compreende o processo de ensino - aprendizagem em que alunos e professores não se encontram necessariamente no mesmo local, ou seja esta interação ocorre a distância.
          A Educação a distância acontece de várias formas (tradicionalmente, ela era realizada por correspondência e isso ainda acontece em muitos casos, no Brasil ou no exterior), com destaque, hoje em dia, para a educação mediada pelo computador. Ela pode incluir recursos diversos, como transmissões de rádio ou televisão ou mesmo tele e videoconferência.
          No caso dos cursos a distância oferecidos pela Comtexto, o ambiente das aulas se constitui basicamente em um site (exclusivo para cada curso) onde estão disponibilizados os textos básicos de cada aula e as leituras adicionais. A interação com o professor se dá ou através de grupos de discussão ou fórum (com a participação dos demais alunos no caso de cursos em turmas) ou mesmo por e-mail (o que acontece essencialmente nos cursos individuais). As atividades são realizadas no grupo de discussão ou no fórum (para cursos em turmas) ou via e-mail diretamente com o professor.
          O contato com o professor pode também ser feito por telefone ou , em determinadas situações, pessoalmente, ainda que para isso devam existir certas condições (o professor reside e trabalha em São Paulo e tem uma agenda bastante ocupada).


          A Educação a Distância permite que pessoas situadas em vários pontos do País (ou mesmo do exterior - temos tido em nossos cursos, ao longo do tempo, colegas da América Latina e de Portugal) possam ter acesso a informações e conhecimentos mesmo estando distantes do professor ou da sede da organização (empresa, universidade etc) responsável pelo curso.
          A Educação a Distância tem um custo inferior ao da educação presencial porque, embora se valha de recursos diversos, que em muitos casos podem também ser onerosos, dispensa espaço físico (prédios, salas de aula, carteiras etc) e sobretudo a presença do professor.
          A Educação a Distância pode ser a única alternativa para pessoas (estudantes, professores ou profissionais) que estudam e trabalham e dispõem portanto de pouco tempo (e às vezes de tempo não usual – como fins de semana, madrugadas etc) para aumentar ou aprofundar seus conhecimentos sobre uma determinada área.
          Para cursos bastante especializados, a Educação a Distância, que pode reunir alunos de várias localidades sem necessariamente um horário de aulas fixo, é a única possibilidade em locais situados fora dos grandes centros. Há pouca chance de que, por exemplo, um colega do Acre ou do interior do Tocantins possa dispor na sua cidade de um curso de Jornalismo Científico ministrado por professores de fora porque, quase sempre, não há interessados suficientes no local para a constituição de uma turma. Além disso, os cursos presenciais, nesse caso, teriam um custo proibitivo, mesmo se as turmas fossem formadas (estada e passagem do professor, disponibilidade de espaço físico etc).


          Embora a Comtexto participe do processo de Educação a Distância (seu executivo principal é, na verdade, professor universitário e também professor de seus principais cursos a distância), ela admite que o contato face a face é sempre muito rico e que, na maioria dos casos, não pode ser totalmente substituído.
          A Educação a Distância exige disciplina e dedicação por parte dos alunos que precisam estar motivados e organizados para cumprirem as atividades (leitura de textos e realização das atividades programadas).

 

Leia também:
        Como escolher um bom curso a distância >>

 
 

Criação e hospedagem por @ms public